segunda-feira, 23 de janeiro de 2017

UNICEF: 380 mil crianças sírias refugiadas na Turquia estão sem acesso à educação


Mais de 380 mil crianças sírias refugiadas na Turquia estão sem acesso à educação, o equivalente a 40% do total, alertou na quinta-feira (19) o Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF).

O número de crianças fora da escola permanece alto apesar do aumento desde junho do ano passado de mais de 50% das matrículas em escolas turcas, onde há cerca de 500 mil crianças sírias refugiadas matriculadas.

“Pela primeira vez desde o início da crise na Síria, há mais crianças sírias na Turquia assistindo às aulas do que fora da escola”, disse Justin Forsyth, vice-diretor executivo do UNICEF, após uma visita a programas do UNICEF no sul da Turquia.

“A Turquia deve ser elogiada por essa grande conquista”, declarou. “Mas, a menos que sejam fornecidos mais recursos, ainda existe um risco muito real de uma ‘geração perdida’ de crianças sírias, privadas das habilidades de que um dia precisarão para reconstruir seu país”, completou.

A Turquia é o lar de mais de 1,2 milhão de crianças refugiadas, o que faz desse país o principal acolhedor de crianças refugiadas em todo o mundo.

Em parceria com o governo turco, o UNICEF está ajudando a reforçar os sistemas educacionais do país, a aumentar o acesso à aprendizagem e a melhorar a qualidade da educação inclusiva para crianças sírias e turcas mais vulneráveis.

Desde 2013, o UNICEF ajudou a construir, reformar ou remobiliar cerca de 400 escolas, e capacitou cerca de 20 mil professores sírios voluntários. Aproximadamente 13 mil professores recebem incentivos mensais.

Esforços também estão em curso para incluir as crianças sírias em um programa nacional que concede subsídios em dinheiro para famílias vulneráveis para que enviem e mantenham seus filhos e filhas na escola.

Em toda a região, 2,7 milhões de crianças sírias não estão na escola — a maior parte dentro do próprio país devastado pela guerra, onde milhões de crianças continuam em perigo à medida que o conflito se aproxima de seu sexto ano.

Cerca de 300 mil crianças estão encurraladas em 15 áreas sitiadas em toda a Síria, e outras 2 milhões estão em áreas isoladas da ajuda humanitária essencial como resultado de confrontos e restrições ao acesso. Isso inclui 700 mil crianças em áreas sob controle do Estado Islâmico.


Fonte: Portal da ONU

0 comentários:

Postar um comentário

Twitter Facebook Favoritos

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Facebook Themes