segunda-feira, 2 de janeiro de 2017

Mulheres que Fizeram História: Katherine Dunham, a bailaria que uniu danças africanas e balé


Katherine Dunham (também conhecida como Kaye Dunn, 22 de junho de 1909 - 21 de maio de 2006) foi uma dançarina, coreógrafa, escritora, educadora e ativista social americana. Dunham teve uma das carreiras de dança mais bem sucedidas no teatro americano e europeu do século 20, e dirigiu sua própria companhia de dança por muitos anos. Ela foi chamada de "matriarca e mãe-rainha da dança negra".

Quando um estudante na universidade de Chicago, Dunham retirou-se e foi ao caribe para estudar a dança e etnografia. Ela mais tarde voltou para a pós-graduação e apresentou uma tese de mestrado em antropologia. Ela não completou os outros requisitos para o grau, no entanto, e percebeu que sua vocação profissional era performance.



No auge de sua carreira nas décadas de 1940 e 1950, Dunham era famosa em toda a Europa e América Latina e era muito popular nos Estados Unidos, onde The Washington Post a chamava de "bailarina Katherine, a Grande". Por quase 30 anos manteve a companhia de dança de Katherine Dunham, a única companhia de dança preta americana self-supported naquele tempo, e ao longo de sua, coreografou mais de noventa danças individuais. Dunham foi uma inovadora na dança moderna afro-americana, bem como um líder no campo da antropologia da dança, ou etnocoreografia. Ela também desenvolveu a técnica de Dunham.


Veja abaixo um vídeo da técnica Dunham



Fonte: Wikipédia / Página Playground / Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Twitter Facebook Favoritos

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Facebook Themes