terça-feira, 27 de dezembro de 2016

Violência moral e psicológica contra a mulher lideram denúncias de vítimas na Capital


Levantamento Deam (Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher) mostrou que em 2016 foram registrados 7.035 boletins de ocorrência de violência moral e psicológica, apenas em Campo Grande. Os dados são referentes aos processos que deram entrada na Casa da Mulher Brasileira, na Capital. O balanço apontou ainda 5,3 mil inquéritos instaurados por lesão corporal.

Para a delegada titular da Deam, Ariene Murad, em 2016, o aumento no número de boletins de ocorrência também chamou a atenção. “Houve um incremento de registros de se compararmos 2015 e 2016. Lesão corporal foram 5.319 inquéritos instaurados e 5.034 inquéritos concluídos e encaminhados ao poder judiciário. Em 2016 contabilizamos mais de 420 prisões em flagrante e 133 mandados de prisão cumpridos”

De acordo com Ariene Murad, há indícios de que os casos de violência doméstica aumentem nesta época do ano por conta da ingestão de bebidas alcoólicas nos eventos festivos. Por isso, a delegada faz um alerta a todas as mulheres. A Deam irá atender normalmente no período de festas. O local fica aberto 24 horas por dia para registro dos boletins. Outro canal que permanece ativo é o disque denúncia no número 180.

O telefone da Deam é 3304-7575, e em caso de emergência a recomendação o telefone é o 190.


Fonte: Portal Midiamax

0 comentários:

Postar um comentário

Twitter Facebook Favoritos

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Facebook Themes