segunda-feira, 12 de dezembro de 2016

Reitoria e movimento Ocupa UnB firmam acordo para liberação de unidades


A Reitoria da Universidade de Brasília e o movimento Ocupa UnB participaram, na manhã desta quinta-feira (8), de audiência pública na qual assinaram termo de compromisso que prevê a liberação total dos prédios administrativos e acadêmicos da instituição e o atendimento a solicitações dos estudantes. O encontro ocorreu no anfiteatro 9 do ICC Sul, com mediação da procuradora da República Luciana Loureiro Oliveira.

Durante a audiência, ficou estabelecida a liberação nesta quinta-feira (8), a partir das 17h50, dos prédios da Reitoria, BSA Sul, Instituto de Letras, Faculdade de Educação, Faculdade de Ciência da Informação e Departamento de Artes Visuais. Foi deliberada ainda a desocupação de todos os espaços da Universidade para o retorno normal às atividades logo após a votação em segundo turno no Senado Federal da PEC 55, motivo principal da mobilização dos estudantes. Apreciação está prevista para o dia 13 deste mês.

“Estas são as duas mensagens que nós queremos trazer: a importância de construir soluções de maneira dialogada e, ao mesmo tempo, a importância de a Universidade funcionar de maneira plena”, avaliou a reitora Márcia Abrahão sobre o resultado das negociações que vêm sendo efetuadas por uma comissão da Administração Superior e estudantes desde o último dia 24.

Na audiência de hoje, os representantes do Ocupa UnB apresentaram novas demandas ao documento construído ao longo desta semana. Os estudantes solicitaram a formação, no prazo de quatro dias, de comissões para a definição de uma agenda de trabalho para atendimento de todas as pautas. A não criminalização e judicialização dos atos coletivos dos manifestantes também está entre as reivindicações do movimento estudantil.

Segundo o chefe de gabinete da Reitoria, Paulo César Marques, foi necessário amplo diálogo entre Administração Superior e ocupantes para a elaboração do acordo. “Teremos a tarefa imediata de construir as resoluções, mas vamos continuar em contato com os estudantes para submeter as propostas aos espaços coletivos de deliberação, cumprir a construção dessas comissões e a agenda de trabalho para cuidar das pautas específicas, que são extensas e complexas”, explicou.

Para a procuradora Luciana Loureiro Oliveira, o acordo teve um desfecho bastante positivo e trouxe ganhos para ambas as partes. “A Universidade se comprometeu com pautas muito importantes e há muito tempo ansiadas pelos estudantes, e isso já é um ganho bastante razoável para o movimento”, afirmou.

Nova audiência pública foi agendada para a quarta-feira (14) com o intuito de avaliar o cumprimento do termo de compromisso e formalizar o fim do processo de negociações, com a liberação total das instalações ocupadas pelos estudantes desde o dia 31 de outubro.


Fonte: Portal da Universidade de Brasília - UnB

0 comentários:

Postar um comentário

Twitter Facebook Favoritos

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Facebook Themes