domingo, 16 de outubro de 2016

Paris lança permissão para os moradores ‘verdejarem‘ tudo o que quiserem

A licença de ocupação do domínio público a título gratuíto vai valer para um período de 3 anos, renovável tacitamente.


Capitais menos "verdes" onde se encontra relativamente pouco espaço e quase nenhum verdadeiro pulmão verde, como aqueles que existem em Londres ou no Central Park de Nova York.

A prefeitura de Paris está decidida desta vez com a sua proposta de tornar a cidade 100% verde. No fundo vemos propostas reais bastante ousadas para a capital francesa. A meta é dotar Paris, até 2020 de mais 100 hectares verdes. Várias soluções alternativas estão propostas. Telhados, paredes e fachadas podem ser cobertos de vegetação e um terço será dedicado à agricultura urbana. Oxalá essas propostas já lançadas não seja esquecidas. Isso acontecerá se houver um novo apagão da mídia sobre o assunto.


As licenças duram 3 anos

As licenças serão emitidas pela cidade de Paris, dentro de um mês. A licença de ocupação do domínio público de forma gratuita vai valer para um período de 3 anos, renovável automaticamente. Deve tornar mais fácil o uso dos espaços para os parisienses e incentivá-los a se tornarem "jardineiros do espaço público" para cobrir a capital de verde de várias formas: árvores frutíferas, nas fachadas, em jardineiras móveis, nas fechaduras, em canteiros, nos pés das árvores, em postes ou em outros lugares. A Prefeitura irá fornecer um kit de plantio para o solo, além das sementes.



Vamos oferecer os caminhos, mas esperamos principalmente as ideias

Em troca, os "cidadãos-jardineiros" vão assinar uma carta de ‘revegetação‘ e se comprometerão a usar plantas locais e melíferas para promoção da biodiversidade de Paris, não recorrer a pesticidas e garantir a estética e manutenção de suas plantas e materiais. “Com esta autorização, permitiremos que os parisienses participem do modelo urbano de mudança para uma Paris mais verde, para o embelezamento e para a melhoria da qualidade de vida, na frente de sua casa ou de seu trabalho. Além de promover a natureza e da biodiversidade na cidade, essa autorização também irá ajudar a criar laços sociais, através do reforço de intercâmbios com os outros, especialmente seus vizinhos", diz Penelope Komitès, adjunta da Prefeitura de Paris.



Com o estabelecimento de fazendas ao longo das fachadas, o plantio de flores sob as árvores e até mesmo instalações de mobiliário de rua, tais como cercas de vegetação a cidade agora pede aos parisienses que mostrem imaginação! "Vamos oferecer os caminhos, mas esperamos principalmente as ideias", diz Penelope Komitès.



Fotos: Christophe Noël et Jean-Pierre Viguié (Mairie de Paris)


Fonte: Portal São Paulo São / Portal La Relève et La Peste (França)

0 comentários:

Postar um comentário

Twitter Facebook Favoritos

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Facebook Themes