domingo, 9 de outubro de 2016

Artigo - Nota de repúdio: a Assistência Social é política pública de direitos e não ação caridosa!


Por: ABRAPAS

ABRAPAS manifesta seu REPÚDIO ao uso da imagem da primeira-dama como “embaixadora” do Programa Criança Feliz

A implementação antidemocrática do Programa “Criança Feliz”, com imposição de ações desconexas do processo de pactuação nas instâncias da Política de Assistência Social, aposta na revivescência do primeiro-damismo como o carro chefe para alavancar os retrocessos que despontam no campo da proteção socioassistencial no Brasil.

O discurso proferido pela primeira-dama no dia 05 de outubro de 2016 durante o lançamento do programa social afirmou e produziu repercussões que reforçam os estereótipos machistas e da sociedade patriarcal; além de afirmar a perspectiva voluntariosa como a sustentação política para o trabalho nas “causas sociais”.

A ABRAPAS repudia publicamente a estratégia do MDS(A) em dar visibilidade ao arcaico e criticado primeiro-damismo. Consideramos um equívoco grave e um retrocesso no campo dos direitos socioassistenciais atrelar a imagem da primeira-dama à promoção das “causas sociais”.

O SUAS é dever de todos os entes da federação e não reflexo da benemerência voluntariosa e ação caridosa. Reiteramos que a Assistência Social é direito do cidadão e um dos pilares da Seguridade Social assegurados pela Constituição Federal de 1988.

Repudiamos qualquer tendência que confunda a Política Pública com o assistencialismo e beneficie, que aponte para a precarização das forças de trabalho já consolidadas na oferta estatal de proteção social.

Gestão 2016/2018


Fonte: Página da ABRAPAS / Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Twitter Facebook Favoritos

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Facebook Themes