domingo, 11 de setembro de 2016

As Paralimpíadas e o descaso das grandes emissoras

Foto: Wilton Junior (Estadão)
Maestro João Carlos Martins toca o Hino Nacional na abertura das Paralimpíadas do Rio 2016.


Gerou revolta nas redes sociais o fato das grandes emissoras de TV do país não transmitirem a abertura das Paralimpíadas. E com razão. Uma festa linda, caprichada, com atletas vindos de toda parte do mundo, verdadeiros exemplos de superação…

Nós sabemos que os Jogos Paralímpicos têm números consideravelmente menores que o da Olimpíada, mas isso não quer dizer que as pessoas não querem assistir, que os atletas não devam ser prestigiados!

De TV aberta, somente a TV Brasil transmitiu a abertura. Sportv, que é por assinatura, também transmitiu, mas e aí? Todo mundo tem TV por assinatura no Brasil??? As outras emissoras nem “tchum”, no máximo um comentário aqui outro acolá ou a transmissão dos “melhores momentos”… Ah, façam-me o favor!

Mas querem saber? No fim das contas, este é o retrato mais fiel de como o nosso país trata os nossos deficientes. Sim, eles estão em último plano, à margem da sociedade, como se fossem menos importantes, menos cidadãos.

A inclusão é legal e bonita apenas quando convém… Que vergonha, que absurdo!!!

Confiram um print que eu fiz rapidamente agora no Twitter:



Bem, mas já que não deu para assistir à abertura, vamos prestigiar os jogos! A Paralímpiada acontece de 7 a 18 de setembro no Rio. Serão disputadas 23 modalidades, e um total de 528 provas distribuirão medalhas. Dessas, 225 são femininas, 265 masculinas e 38 mistas.


Mais de 100 recordes mundiais paralímpicos já foram batidos na Rio 2016

Foto: Jason Cairnduff (Reuters)
Medalha de ouro, o brasileiro Petrucio Ferreira dos Santos quebrou recorde mundial dos 100 metros rasos


Antes mesmo de terminar o quarto dia de competições dos Jogos Paralímpicos Rio 2016, mais de 100 recordes mundiais paralímpicos já foram batidos. O recorde de número 100 foi batido às 11h51 pelo chinês Benying Liu, nos 50 metros nado livre masculino, com a marca de 54s05. Às 14h13, o total de recordes já estava em 104, após o halterofilista iraquiano Rasool Mohsin ter levantado 227 quilos na categoria masculina de competidores com até 72 quilos.

Até o momento, o primeiro dia de competições (dia 8) foi o que teve maior número de recordes batidos, com 34 registros. No dia 9, outros 31 recordes foram batidos, e no dia 10, mais 24 recordes paralímpicos mundiais. Hoje (11), já foram batidos 15 recordes até a marca obtida por Mohsin. A expectativa é que esse número fique ainda maior até o fm do dia.


Confira o trailer das Paralimpíadas Rio 2016 - We're the Superhumans (nós somos os superumanos)



Fonte: Portal Papo de Mãe / Portal Agência Brasil

0 comentários:

Postar um comentário

Twitter Facebook Favoritos

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Facebook Themes