terça-feira, 21 de junho de 2016

8 em cada 10 homens não dividem tarefas domésticas com parceiras


Segunda década do século 21. E, infelizmente, o peso da responsabilidade de cuidar das tarefas domésticas ainda continua sobre as mulheres.

É o que mostra uma pesquisa divulgada nesta quarta-feira (15) pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL).

De acordo com o levantamento, 57,5% das mulheres casadas ou em união estável afirmam que são as principais responsáveis pelos cuidados com a casa e com os filhos. 36,4% dizem que as responsabilidades são distribuídas igualmente e apenas 1,4% afirmam que o marido é o principal responsável.

Em relação especificamente aos afazeres domésticos, como arrumar a casa, passar a roupa, lavar a louça, entre outros afazeres, 70,8% das mulheres dizem ser as principais encarregadas. E entre as mulheres casadas, esse percentual avança para 80,8%.

Entre as tarefas domésticas listadas na pesquisa, apenas uma é apontada com a predominância de responsabilidade masculina (77,4%): pequenos consertos e reparos, como troca de lâmpadas e desentupimento de pias.


Falta diálogo?

A pesquisa também mostra que 25,4% das mulheres casadas que se sentem sobrecarregadas com as responsabilidades da casa já conversaram com o marido sobre o assunto, mas nada mudou. Já 11,4% afirmam que, depois de conversarem com o marido, ele discordou que as tarefas deveriam ser divididas.

Entre as mulheres entrevistadas, 17,6% disseram se sentir receosas em tocar no assunto e causar uma briga e 22,3% acreditam que a responsabilidade das tarefas domésticas é mesmo da mulher.

O cenário não melhora quando se trata dos cuidados dos filhos. O levantamento mostra que 63,3% das mulheres afirmam que são as principais encarregadas de cuidar dos filhos. Apenas 16% dizem que essa tarefa é de fato dividida. E somente 0,3% dessas atividades são exercidas pelo marido.

A porcentagem se mostra discrepante também para a quantidade de tempo gasto nos cuidados dos filhos: 71,1% das mulheres passam a maior parte do dia voltadas a essa atividade.

Para as mães que trabalham fora, os maridos aparecem apenas na sétima posição como responsáveis pelas crianças, com 1,1%. Em primeiro lugar estão os avós (10,6%), em seguida a creche (2,9%), escola em tempo integral (2,2%) e outro parente (1,7%).

A pesquisa ouviu 810 mulheres com idade igual ou superior a 18 anos, de todas as classes sociais em todas as capitais e no interior do Brasil e de diversas ocupações. A margem de erro é de 3,5 pontos percentuais, e o intervalo de confiança é de 95%.


Fonte: Portal Huffpost Brasil (EUA)

0 comentários:

Postar um comentário

Twitter Facebook Favoritos

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Facebook Themes