domingo, 8 de maio de 2016

OPAS apoia campanha de vacinação do Brasil para imunizar 500 mil indígenas em quase 1,4 mil aldeia


No Brasil, a Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS/OMS) presta apoio ao governo na realização do Mês de Vacinação dos Povos Indígenas – que começou no último sábado (30). A iniciativa permitirá a 500 mil indígenas de 1.373 aldeias brasileiras atualizarem suas doses vacinais e receberem imunização contra a influenza. Outros 3,5 mil profissionais de saúde também receberão tratamento.

No total, 34 Distritos Sanitários Indígenas (DSEIs) participarão da campanha que busca fortalecer a vigilância epidemiológica das doenças que podem ser prevenidas por vacina.

No mês passado (20), os funcionários que atuarão no esquema de vacinação fizeram o “Curso de vigilância de eventos adversos pós-vacinação/vacinação segura”, organizado pela OPAS com apoio do Ministério da Saúde. As aulas capacitaram 300 profissionais do programa Mais Médicos situados em áreas indígenas, além de chefes e técnicos de DSEIs.


Governo quer vacinar 80% da população contra vírus da influenza

No último sábado (30), o Ministério da Saúde deu início também à Campanha Nacional de Vacinação contra os Vírus da Influenza. O objetivo é vacinar pelo menos 80% da população até 20 de maio – data do final da campanha.

O governo vai disponibilizar imunizações contra os agentes patológicos, beneficiando principalmente os grupos prioritários indicados pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

Os segmentos de maior risco incluem as pessoas a partir de 60 anos, gestantes, crianças de seis meses a menores de cinco anos, profissionais de saúde, mães que deram à luz recentemente, povos indígenas, pessoas com doenças crônicas não transmissíveis, pessoas privadas de liberdade e funcionários do sistema prisional.

A OPAS reforça que a vacina contra os vírus da influenza é segura e bem tolerada – sendo recomendada pela OMS como uma das medidas mais importantes de saúde pública –, além de muito eficaz na prevenção do adoecimento e mortes relacionadas à infecção por esses agentes patológicos.

A agência regional de saúde destacou ainda que as campanhas brasileiras foram lançadas na mesma semana em que a OPAS realizou sua Semana de Vacinação das Américas. A campanha transnacional buscou imunizar quase 60 milhões de crianças e adultos no hemisfério ocidental.

Neste ano, o lema da iniciativa – “Vamos pelo ouro. Vacine-se” – celebra os Jogos Olímpicos de 2016 no Rio de Janeiro. O projeto contou com o apoio do atleta jamaicano Usain Bolt, que aparece nos materiais de divulgação da campanha.


Fonte: ONU BR

0 comentários:

Postar um comentário

Twitter Facebook Favoritos

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Facebook Themes