segunda-feira, 1 de fevereiro de 2016

Pesquisa diz que 42% dos usuários do Tinder são casados ou namoram


O Tinder nasceu com uma ideia simples: promover o encontro entre duas pessoas solteiras. No entanto, uma pesquisa revela que o aplicativo está sendo usado para outras finalidades, já que 42% dos usuários estão comprometidos.

Segundo o levantamento divulgado pela GlobalwebIndex (GWI), a porcentagem de solteiros no aplicativo é de apenas 54%. O restante dos usuários já tem algum tipo de relacionamento: 30% são casados e 12% namoram. Os 3% restantes são de divorciados ou viúvos. O Tinder tem mais de 47 mil usuários ao redor do mundo.

A pesquisa da GWI mostra também que 62% do público é composto por homens; mulheres representam 38% dos usuários. Os jovens são maioria: 38% têm idade entre 16 e 24 anos e 45% estão entre 25 e 34 anos. Pessoas entre 35 e 64 anos somam 17% dos usuários.

Sobre os comprometidos, há possíveis explicações: alguns deles podem estar em um relacionamento aberto ou apenas dando uma olhada nas novidades. Outros podem ter acabado de iniciar um relacionamento - inclusive com alguém do próprio Tinder - e ainda não excluíram o app do celular.

Já o Tinder tem uma visão mais pura sobre os prováveis infiéis. Segundo a explicação da empresa, mais do que romances, o aplicativo é usado para encontrar “amizades platônicas”.

Os executivos não concordaram com a amostra da GWI - pelo menos em relação à idade de seus clientes. “Estas estatísticas são imprecisas. Não temos certeza sobre como fizeram essa amostragem, mas ela não representa nossa base de usuários”, disse um porta-voz ao jornal inglês The Guardian.

Recentemente, o aplicativo lançou a versão Tinder Plus, que garante funções extras de acordo com a idade do usuário. Quem tem menos de 28 anos paga £3.99, cerca de R$ 18, para obter a versão mais completa. Os mais velhos precisam desembolsar bem mais, £14.99, cerca de R$ 70.

Os dados da GWI consideram que a empresa terá um bom lucro com a iniciativa, já que 24% dos usuários do Tinder pagaram por algum tipo de serviço de encontro online no último mês.


Fonte: Blog GQ Brasil / Portal G1

0 comentários:

Postar um comentário

Twitter Facebook Favoritos

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Facebook Themes