domingo, 18 de outubro de 2015

Em Dia Mundial, ONU destaca importância da higiene no combate à mortalidade infantil


No Dia Mundial da Lavagem das Mãos, o Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) alertou nesta quinta-feira (15) para a necessidade de difundir esse hábito, que é uma das intervenções de saúde mais simples, baratas e eficazes para prevenir a transmissão de doenças. Na África subsaariana, onde os índices de higienização das mãos são baixos, 42% das instalações de saúde não têm acesso a fontes de água num raio de 500 metros.

“Do nascimento – quando mãos sujas de assistentes podem transmitir perigosos patogênicos – passando pela primeira infância, a escola e outros lugares, a lavagem de mãos é crucial para a saúde da criança”, destacou o diretor global dos programas do UNICEF para água, saneamento e higiene, Sanjay Wijesekera. A agência da ONU realizou diversas atividades pelo mundo todo nessa quinta-feira para ensinar a importância da prática, em especial para as crianças.

De acordo com o UNICEF, os países do continente africano localizados abaixo do Saara apresentam as maiores taxas de mortalidade infantil do planeta. Já os níveis relacionados ao hábito de lavagem das mãos são muito baixos, alcançando, no máximo, 50%, entre as 38 nações da região.

Wijesekera aposta na recente adoção da Agenda 2030 pela comunidade internacional como um caminho para levar higiene e saneamento a todas as partes do mundo, de modo a prevenir a morte de crianças por doenças evitáveis, como diarreia. “Em conjunto com a água potável e o acesso a banheiros, a higiene – em particular, a lavagem das mãos com sabonete – é o terceiro pilar da base que fundamenta o Objetivo (de Desenvolvimento Sustentável) sobre água limpa e saneamento”, afirmou.


Fonte: ONU

0 comentários:

Postar um comentário

Twitter Facebook Favoritos

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Facebook Themes