domingo, 6 de setembro de 2015

Conflito deixa 13 milhões de crianças fora da escola no Oriente Médio e norte da África, diz UNICEF


O número de crianças que estão impossibilitadas de ir a escola por conta dos conflitos e da agitação política no Oriente Médio e no norte da África é de mais de 13 milhões, afirma o relatório “Educação Sob Fogo” divulgado pelo Fundo para a Infância das Nações Unidas (UNICEF), nesta quinta-feira (03).

“Uma região que – até poucos anos atrás – tinha a meta da educação universal bem ao seu alcance, enfrenta hoje uma situação desastrosa”, afirma o documento.

O relatório é focado no impacto da violência sobre crianças em idade escolar e nos sistemas de ensino em nove países que foram direta ou indiretamente afetados pela violência. Segundo o documento, “na Síria, Iraque, Iêmen e Líbia sozinhos, quase 9 mil escolas estão fora de uso porque foram danificadas, destruídas, estão sendo usadas para abrigar deslocados civis ou foram tomadas por partes do conflito”.

Na Jordânia, Líbano e Turquia, mais de 700 mil crianças refugiadas sírias não podem ir à escola porque a infraestrutura nacional de educação sobrecarregada não pode lidar com a carga estudantil extra. “O impacto destrutivo do conflito está sendo sentido diretamente pelas crianças em toda a região”, disse o diretor regional do UNICEF no Oriente Médio e norte da África, Peter Salama.


Fonte: ONUBR

0 comentários:

Postar um comentário

Twitter Facebook Favoritos

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Facebook Themes