segunda-feira, 24 de agosto de 2015

Poesia: Tiana - Por: Maria Lúcia Pinto Leal (Baiana)

Tiana

Pessoa feito luta
No fundo um ser para além
Desta ida feita na terra
Que já raiz plantou a existência
Deu na lavoura
A justa ternura
Que por dentro
Socializou para todos
O alimento da alma
Que se refaz no sentido maior
A vontade de iluminar o doce
Significado da justiça
Para qual não se deve desistir
Dia a dia ali nas assembleias
No voto aceito ou vencido
A força era maior
Tiana quase uma nota de protesto
Ou um clássico popular
Soltava para todos ouvirem
Naquela intimidade
De voz respeitada
Deitada no pátria amada
Quase destruída
Ela a Pátria
Na fátria
Tiana achava
A forma de dar unidade
A luta das
Pulsantes militâncias
Mercerdes Sosa
Haverá
De cantar teu encontro
Bem-vinda irmã
Tiana no grupo dos bambas.


Por: Maria Lúcia Pinto Leal (Baiana)
21 de agosto de 2015

0 comentários:

Postar um comentário

Twitter Facebook Favoritos

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Facebook Themes