domingo, 26 de julho de 2015

Brasil participará da campanha Coração Azul contra tráfico de seres humanos


De 27 a 31 de julho, os estados brasileiros se mobilizam pelo enfrentamento ao tráfico de seres humanos.

A ação faz parte da Campanha internacional Coração Azul, lançada em 2013 pelo Escritório das Nações Unidas Sobre Drogas e Crime.

A ONU instituiu 30 de julho como o Dia Mundial de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas.

No Brasil, a iniciativa é coordenada pelo Ministério da Justiça, e tem a participação de vários órgãos públicos e não-governamentais.

Durante a semana de mobilização, o governo do Amazonas vai realizar uma série de atividades socioeducativas para conscientizar a população sobre o tema.

A abertura oficial da programação vai ser na terça-feira (28), às 14hs00min, no auditório da OAB, na zona centro-sul de Manaus.

Segundo a Sejusc – Secretaria de Estado de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania do Amazonas – o tráfico de pessoas é um crime que pode ter vários fins, como exploração sexual, retirada de órgãos, adoção ilegal, casamento servil, trabalho escravo e infantil.

De acordo com a secretária da Pasta, Graça Prole, as atividades vão abordar todos esses aspectos. Ela conta como a população pode participar: “Os eventos serão abertos. Nós estamos articulados com a Polícia Rodoviária Federal, que vai nos ajudar na abordagem, a Polícia Federal, o Ministério Público do Trabalho, as universidades. Nas comunidades, nós vamos fazer a abordagem nas escolas e, especialmente, nas abordagens educativas. Lá na beira do mercado, na beira do rio, no porto, no aeroporto, a gente vai estar diretamente no corpo a corpo com a população”.

No Mato Grosso, além de palestras para a sociedade, a campanha também vai ser divulgada com a distribuição de panfletos na Rodoviária de Cuiabá e no Aeroporto Marechal Rondon.

Uma Audiência Pública vai debater o assunto no dia 06 de agosto, na Assembleia Legislativa de Mato Grosso, às 19hs00min.

Em vários estados, os prédios vão ser iluminados de azul como um alerta à população.

O Ministério da Justiça informou que vai divulgar no dia 30, dados sobre o tráfico de pessoas no Brasil.

As denúncias relacionadas a esse crime podem ser feitas pelo Disque 100 ou Disque 180.

Tráfico de seres humanos afeta quatro milhões por ano

Pelo menos quatro milhões de pessoas são vítimas todos os anos das redes de tráfico de seres humanos e ‘ajudam’ a alimentar um negócio que gera cerca de 35 mil milhões de euros, ou seja, quase tanto como o tráfico de drogas e de armas. A informação consta de um estudo do Serviço Jesuíta aos Refugiados (SJR) apresentado esta semana, no âmbito do Dia Mundial contra o Tráfico de Seres Humanos, que se celebra a 30 de julho.

Segundo Maria José Reyero, uma das investigadoras, a forma de tráfico humano mais frequente (79 por cento) está relacionada com a exploração sexual, mas existem outras, como a exploração laboral ou o tráfico de orgãos. As mulheres e crianças são as principais vítimas. Estimativas da Organização Internacional para as Migrações, dão conta que todos os anos entram na Europa cerca de 500 mil mulheres para serem exploradas sexualmente.

Os responsáveis pelo recrutamento, de acordo com o estudo do SJR, chegam a cobrar 450 euros por mulher. Muitas, aceitam sair do seu país de origem pensando que vão trabalhar como modelos, secretárias ou funcionárias num país rico, mas algumas sabem que vão para a prostituição e contam com o consentimento e entusiasmo da família.

No que se refere ao tráfico para exploração laboral, a investigação recorre aos dados da Organização Internacional do Trabalho (OIT) para recordar que há 20,9 milhões de pessoas nesta situação, distribuídas pelos setores da construção, agricultura, têxtil, no serviço doméstico ou na mendicidade. Por norma, estão sujeitas a condições de trabalho desumanas, a horários abusivos e a salários muito baixos ou inexistentes.


Fonte: Agência Brasil / Portal Fátima Missionária

0 comentários:

Postar um comentário

Twitter Facebook Favoritos

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Facebook Themes