segunda-feira, 20 de julho de 2015

Biocombustível pode ajudar na redução dos gases de efeito estufa


Estudo divulgado recentemente pela Organização Mundial de Saúde revela: a poluição da atmosfera está causando mortes e doenças que custam ao continente europeu o valor extraordinário de US$ 1,600 trilhões, o que equivale a quase uma décima parte do produto interno bruto da região.

Em todo o mundo já são mais de três milhões de mortes, por ano, causadas pela poluição do ar.

O grave problema das emissões de gases de efeito estufa, é , por sinal, a mais importante pauta da Conferência do Clima que será realizada em Paris, entre 30 de novembro e 15 de dezembro próximos.

Um dos objetivos dessa Conferência é firmar o compromisso, entre as nações participantes, de limitar a elevação do aquecimento global em até 2º centígrados, num esforço para evitar uma tragédia climática anunciada.

E aqui no Brasil, o que podemos fazer para melhorar a qualidade do ar que respiramos? Para o diretor superintendente da União Brasileira do Biodiesel e Bioquerosene – UBRABIO, Donizete Tokarski, o aumento da adição de biocombustível ao combustível fóssil representa a redução de toneladas de emissões de gases de efeito estufa em nossa atmosfera.

Para termos uma idéia do que acontece quando nossos ônibus usam a mistura do biodiesel, Donizete faz uma comparação.

E é essa a proposta da UBRABIO: que a mistura do biodiesel ao combustível fóssil, usada nos ônibus que fazem nosso transporte coletivo, aumente de 7 para 20 por cento. Além de diminuir a poluição atmosférica, o biodiesel ainda contribui para gerar oportunidades de emprego e renda no interior do Brasil.

A soja é o mais importante componente do biocombustível. Em segundo lugar vem o sebo de boi, um sério poluente ambiental, antes de entrar na composição do biodiesel. E depois vem o óleo de cozinha usado e outros óleos residuais.

Deu pra perceber que o biocombustível pode representar uma excelente oportunidade para diminuir nossa pegada de carbono, ajudando ainda a descarbonizar o nosso transporte coletivo?

E lembre-se: sua atitude tem o poder de mudar o seu ambiente e contribuir para dar mais vida ao planeta


Fonte: Rádio EBC / Agência Brasil

0 comentários:

Postar um comentário

Twitter Facebook Favoritos

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Facebook Themes