quinta-feira, 11 de junho de 2015

Seminário internacional discute futuro das cidades no contexto de disputas políticas

A Boitempo Editorial, que completa 20 anos de atividade em 2015, e o Sesc São Paulo realizam entre os dias 09 e 12 de junho o Seminário Internacional Cidades Rebeldes, no Sesc Pinheiros, em São Paulo. A iniciativa faz parte de uma série de eventos promovidos pela Revista Margem Esquerda desde 2004. Estarão reunidos mais de 40 conferencistas para discutir o presente e o futuro das cidades como palco de disputas políticas, ideológicas e sociais.

As inscrições podem ser feitas pelo portal do Sesc São Paulo. Mais informações sobre a programação completa estão disponíveis no site do Seminário Internacional Cidades Rebeldes.

Inserido em uma tradição de parcerias entre a Boitempo Editorial e o Sesc São Paulo (Revoluções, em 2011 e Marx: a criação destruidora, em 2013), o seminário desta vez pretende ir além da discussão acadêmica, envolvendo também palestrantes ligados à vida pública, ao poder institucional, aos movimentos sociais e políticos, às artes e que tem em comum um histórico de pensamento em relação às cidades, à questão urbana e ao seu papel nas transformações sociais.

Serão discutidas questões como os efeitos do neoliberalismo nas cidades, as insurgências urbanas na história, a urbanização militarizada, os megaeventos esportivos, desenvolvimento urbano e meio ambiente, a mobilidade e as novas configurações das lutas de classe.

"Entendemos que é o momento de reunir pessoas com as mais diversas abordagens em relação aos problemas das cidades para discutir novas formas, soluções e modelos de organização do espaço público, enfrentando os desafios do presente. Ao ocupar um espaço acessível e popular como o Sesc, buscamos uma perspectiva democrática para o debate, propondo que convidados e público saiam de suas respectivas zonas de conforto intelectual para estabelecer diálogos e pensamentos em conjunto”, afirma Ivana Jinkings, diretora da Boitempo Editorial.

O Seminário Internacional Cidades Rebeldes é composto por duas etapas simultâneas. A primeira conta com alguns dos principais nomes do urbanismo e da economia crítica brasileira, como Marcio Pochmann e Ermínia Maricato, e abrange um curso de introdução à obra do geógrafo britânico David Harvey, professor emérito da City University of New York (CUNY), especialista em geografia urbana, autor do livro "Paris: capital da modernidade” e um dos autores da coletânea "Cidades rebeldes: passe livre e as manifestações que tomaram as ruas do Brasil”.

Considerado uma das maiores referências mundiais na análise crítica de processos urbanos da modernidade, Harvey estará presente na segunda etapa do evento, o seminário propriamente dito. A lista de convidados internacionais conta ainda com Stephen Graham, professor de Cidades e Sociedades na Escola de Arquitetura da Universidade de Newcastle, na Inglaterra, e autor do livro "Cities under siege” e um dos autores da coletânea "Bala perdida: a violência policial no Brasil e os desafios para sua superação”; Domenico Losurdo, professor de História da Filosofia na Universidade de Urbino, na Itália, autor de "A luta de classes: uma história política e filosófica”; e Moishe Postone, canadense, professor de História na Universidade de Chicago e autor de "Tempo, trabalho e dominação social: uma reinterpretação da teoria crítica de Marx”, entre outros.

Já a representação brasileira inclui, entre outros nomes, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva; o prefeito de São Paulo, Fernando Haddad; o filósofo Vladimir Safatle; o jornalista e cientista político André Singer; os arquitetos e urbanistas Raquel Rolnik e Guilherme Wisnik; o membro da coordenação nacional do Movimento dos Trabalhadores Sem-Teto (MTST), Guilherme Boulos; os psicanalistas Christian Dunker e Maria Rita Kehl; o jornalista Juca Kfouri; e o deputado federal Jean Wyllys [Partido Socialismo e Liberdade – PSOL – Rio de Janeiro].

O Seminário Internacional Cidades Rebeldes prevê ainda o lançamento de seis obras da Boitempo Editorial: "A cidade das letras”, de Ángel Rama; "A luta de classes: uma história política e filosófica”, de Domenico Losurdo; ‘De que lado você está? Reflexões sobre a conjuntura política e urbana no Brasil”, de Guilherme Boulos; "Paris: capital da modernidade”, de David Harvey; a coletânea "Bala perdida: a violência policial no Brasil e os desafios para sua superação”, e a 24° edição da Revista Margem Esquerda, com o dossiê temático "Cidades em conflito; Conflitos nas cidades”.

Temas e convidados

Seminário Internacional Cidades Rebeldes
De 9 a 12 de junho de 2015
Local: Sesc Pinheiros | Rua Paes Leme, 195 – Pinheiros – São Paulo (SP)
Inscrições: Portal Sesc São Paulo
Mais informações: Seminário Internacional Cidades Rebeldes


Fonte: Adital

0 comentários:

Postar um comentário

Twitter Facebook Favoritos

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Facebook Themes