quinta-feira, 11 de junho de 2015

Dia do Meio Ambiente: habilidades indígenas para a conservação da natureza

Devido à celebração do Dia do Meio Ambiente, a organização ambientalista Survival International apresenta algumas habilidades surpreendentes dos povos indígenas para conservar a natureza e expõe o profundo conhecimento que esses povos possuem sobre seus entornos.

Os indígenas awás, do nordeste da Amazônia brasileira, por exemplo, conhecem os benefícios de pelo menos 275 plantas e distinguem cerca de 31 espécies de abelhas produtoras de mel. Cada tipo de abelha está associado a outro animal da selva, como a tartaruga ou a anta.

Os "pigmeus” bakas, da África Central, comem 15 categorias de mel silvestre e mais de 10 tipos de batata selvagem. Ao deixarem parte da raiz intacta no solo, conseguem propagar seu crescimento pela mata. A batata é um dos alimentos favoritos dos elefantes e dos javalis selvagens.

Os bosquímanos, considerando que vivem em uma das regiões mais áridas do planeta, consomem em torno de 150 espécies diferentes das plantas e contam com uma dieta especialmente rica em vitaminas e nutrientes. Ainda que tenham caçado de forma sustentável durante gerações, os últimos caçadores da África sofrem, atualmente, abusos, tortura e detenções quando são descobertos caçando para alimentarem suas famílias.

Na Índia, os baigas realizam seu próprio projeto para "salvarem a selva do departamento florestal”, estabelecendo regras para sua própria comunidade e para os visitantes, com o objetivo de protegerem o bosque e sua biodiversidade. Como resultado, a disponibilidade de fornecimento de água tem aumentado e [eles] podem coletar mais ervas e medicamentos da selva.

São muitos mais os exemplos que destacam os povos indígenas e tribais como os melhores conservacionistas e guardiões do mundo natural. Imagens satelitais e estudos acadêmicos têm demonstrado que eles proporcionam uma barreira vital contra o desmatamento de seus territórios. Apesar disso, ainda seguem sendo expulsos ilegalmente de suas terras ancestrais em nome da "conservação” da natureza. Com frequência se afirma, erroneamente, que as zonas em que habitam são "virgens” ou "selvagens”, levando em conta que dependem delas e as gerem há milênios.

Segundo explica o diretor da Survival International, Stephen Corry: "os povos indígenas e tribais cuidam de seus entornos melhor que ninguém; depois de tudo, dependem deles e os gerem por milhares de anos. Para que a conservação da natureza realmente funcione, os conservacionistas devem perguntar aos povos indígenas que tipo de apoio necessitam para protegerem suas terras, escutá-los e estarem preparados para respaldá-los tanto quanto seja possível. Requer-se, com urgência, uma importante mudança na forma de conceber a conservação da natureza”.


Fonte: Adital

0 comentários:

Postar um comentário

Twitter Facebook Favoritos

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Facebook Themes