segunda-feira, 18 de maio de 2015

ONU quer prolongar trégua humanitária no Iêmen

O emissário da ONU no Iêmen pediu neste domingo o prolongamento da trégua humanitária de cinco dias, iniciada pela coalizão árabe liderada pela Arábia Saudita contra os rebeldes xiitas neste país e que expira neste domingo às 20h00 GMT (17h00 de Brasília).

"Solicito a todas as partes que respeitem esta trégua por ao menos cinco dias suplementares", declarou Ismail Uld Sheikh Ahmed, dirigindo-se, em nome do secretário-geral das Nações Unidas, Ban Ki-moon, aos participantes de uma conferência sobre a crise iemenita realizada em Riad.

O emissário considerou que esta trégua, que não permitiu a chegada de ajuda humanitária suficiente às diferentes zonas afetadas pelo conflito, deveria se transformar em um "cessar-fogo permanente".

"Esta trégua deveria se transformar em um cessar-fogo permanente", repetiu o diplomata mauritano em seu discurso durante a conferência.

O encontro de Riad contou com a presença do presidente iemenita no exílio, Abd Rabo Mansur Hadi, e de representantes de facções iemenitas, embora tenha ocorrido sem a presença dos rebeldes xiitas.

Desde 26 de março, uma coalizão de países árabes liderada por Riad dirige uma campanha de bombardeios aéreos no Iêmen, em apoio ao presidente Hadi e contra os rebeldes xiitas huthis, para frear seu avanço e impedir que tomem o controle do país.

No dia 12 de maio, a coalizão iniciou uma trégua humanitária de cinco dias para facilitar o abastecimento de ajuda humanitária no país, no qual ao menos 1.578 pessoas morreram e 6.504 ficaram feridas desde o início dos bombardeios, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS).


Fonte: Correio Braziliense

0 comentários:

Postar um comentário

Twitter Facebook Favoritos

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Facebook Themes