segunda-feira, 25 de maio de 2015

41 anos de celebração da libertação de África: 25 de maio, o Dia da África!

Chefes de Estado africanos se reuniram na cidade de Adis Abeba, na Etiópia, em 25 de maio de 1963, para enfrentar a subordinação que o continente vinha sofrendo há tempos. A tal subordinação chamou-se colonialismo, neocolonialismo ou partilha da África, que até à data da reunião ainda sofriam de apropriação forçada das suas riquezas humanas e naturais.

Na ocasião, fundou-se a Organização da Unidade Africana (OUA), sendo conhecida hoje como União Africana. A ONU, em 1972 reconheceu a importância desse encontro e instituiu o dia 25 de maio como o Dia de África, que simboliza a luta dos povos do continente africano pela sua independência.

Para assinalar a data, o Cine-ONU, promovido pelo Centro Regional de Informação das Nações Unidas, em parceria com a Plataforma Portuguesa das ONGD, organizou a exibição de dois filmes com a temática África.

Em Lisboa, foi exibido ontem no auditório da CPLP, o filme “Sweet Dreams, produzido e realizado por Lisa Fruchtman e Rob Fruchtman. O filme fala-nos de Ingoma Nshya, um grupo composto e aberto a mulheres de ambos os lados do conflito. Para estas mulheres, o grupo tem sido um lugar para começar a viver novamente, para construir novos relacionamentos e curar as feridas do passado. Persiste, no entanto, a luta para sustentar suas famílias. A projeção foi seguida de um debate.

No Porto, será exibido hoje o documentário “Mulheres Africanas – A Rede Invisível”, de Carlos Nascimbeni, no dia 24 de Maio pelas 18h30, na Sala de Reuniões da Faculdade de Letras da Universidade do Porto. O filme apresenta a trajetória das lutas e conquistas históricas de mulheres africanas em diferentes países do continente.

Esta sessão será antecedida por duas conferências da responsabilidade do CEAUP, também com temáticas sobre a África.

A entrada para o filme é livre, sujeita a inscrição. Basta enviar um e-mail com o título do filme e o seu nome para: info@plataformaongd.pt.


Fonte: ONU

1 comentários:

aldo soares disse...

AFRICA A CHAMADA DE BERÇO DA HUMANIDADE, QUE HOJE NEM SE VÊ. PORQUE OS LIDERES SO QUEREM AS RIQUEZES PARA ELES, UNS BASTA SO ENTRAR NO PODER, FALAM OU ROUBAM DESDE INICIO DO PODER... O QUE SERA AFRICA DAQUI AOS PRÓXIMOS 40 ANOS. PERGUNTA DO DIA 25 DE MAIO, O QUE QUEREMOS DA AFRICA AFINAL?

Postar um comentário

Twitter Facebook Favoritos

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Facebook Themes