segunda-feira, 20 de abril de 2015

Trabalhadores do McDonads´s se mobilizam contra ‘sistema de escravidão’

Mais de 1 mil trabalhadores do Mc Donald's se uniram nesta quarta-feira, 15 de abril, em São Paulo, para protestar contra as condições precárias da maior rede de fast food no mundo no Brasil. Cerca de 1100 pessoas, segundo a organização, se uniram para exigir o fim do acúmulo de funções, mais segurança no trabalho e adicional de insalubridade.

O ato de hoje, em escala global, está sendo realizado simultaneamente em 35 países. "Não aceitamos que o McDonald's continue explorando os trabalhadores", reivindicam os manifestantes. Os conhecidos palhaços do McDonald's foram "presos" simbolicamente em jaulas para denunciar o "sistema de escravidão” na rede de Fast Food.

No Brasil, o movimento é convocado pelo Sindicato dos Trabalhadores no Comércio e Serviços em Geral de Hospedagem, Gastronomia, Alimentação Preparada e Bebida a Varejo de São Paulo e pela Contratuh (Confederação Nacional dos Trabalhadores em Turismo e Hospitalidade).

Funcionários do McDonald’s postaram cartazes e máscaras, com mensagens como "O BigMac mais caro do mundo paga o menor salário”. Um dos manifestantes disse que levaram água e lanche, então ninguém precisa comprar nada no McDonald’s, caso sintam fome durante o ato.

Rolou, inclusive, sepultamento da personagem Ronaldo McDonald, o referido palhaço, também como ato simbólico.


Fonte: Adital

0 comentários:

Postar um comentário

Twitter Facebook Favoritos

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Facebook Themes