segunda-feira, 6 de abril de 2015

Projeto envolve adolescentes em ações e debates sobre direitos humanos

Crianças, adolescentes e jovens de quatro escolas públicas e de uma unidade de internação do Distrito Federal participarão de debates sobre direitos humanos, cidadania e orçamento público e produzirão boletins, programas de rádios e uma revista. O Instituto de Estudos Socioeconômicos (Inesc) lançou recentemente o projeto "Adolescentes protagonistas” – iniciativa desenvolvida pelo Instituto desde 2008 que entra em uma nova fase este ano. Com patrocínio da Petrobras, o projeto atenderá a cerca de 200 crianças, adolescentes e jovens de quatro escolas do DF (Estrutural/ Guará, Lago Oeste, Paranoá, Cidade Ocidental/Quilombo Mesquita) e a Unidade de Internação de Santa Maria (UISM).

O principal enfoque da iniciativa é assegurar o envolvimento de meninos e meninas na discussão sobre direitos e cidadania, observando como esses temas se relacionam com o orçamento público. A ideia é fortalecer a capacidade de atuação dos/as jovens na conquista de seus direitos e no monitoramento das políticas públicas a eles/as destinadas.

Saiba mais sobre o projeto

Em um primeiro momento, os integrantes do projeto irão participar de uma série de encontros baseados nos princípios da educação popular, da arte-educação e da educomunicação. Em formato de oficinas, os encontros tratam de questões referentes à participação democrática e organização do Estado, à educação de qualidade, às noções de justiça ambiental e à comunicação.

Como resultado dos diálogos desenvolvidos nas oficinas as crianças, adolescentes e jovens também irão realizar uma pesquisa de percepção nas suas comunidades. A escolha do tema da pesquisa dependerá da priorização dos assuntos elencados pelo próprio público participante do projeto. Nesse momento, a comunidade é envolvida diretamente, visto que os moradores da região são entrevistados pelos integrantes do Adolescentes Protagonistas, com o objetivo de identificar os problemas dos locais.

O projeto promoverá ainda eventos coletivos, que contarão com todos os participantes e com a presença de especialistas de diferentes áreas. Rodas de conversas, debates, seminários sobre o processo legislativo, circuito de cinema, participação em audiências públicas também farão parte das atividades. Todas elas culminarão com a produção de conteúdos para diálogos com o poder público.

Paralelamente, os integrantes do projeto irão produzir peças da área de comunicação. A produção da revista Descolad@s, a elaboração de roteiros e produção de programas de rádios e de boletins que serão distribuídos nas escolas e na comunidade estão previstos na iniciativa.


Fonte: Adital

0 comentários:

Postar um comentário

Twitter Facebook Favoritos

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Facebook Themes