domingo, 19 de outubro de 2014

Governos latino-americanos, dos EUA e Canadá unem esforços para combater obesidade infantil

Os governos da América Latina, Estados Unidos e Canadá aprovaram um plano quinquenal para combater a obesidade infantil, que aponta a reduzir o consumo de comida ‘chatarra’ (fast food) e bebidas açucaradas. A região é onde o sobrepeso e a obesidade afetam entre 20% e 25% das pessoas menores de 19 anos, de acordo com a Organização Pan-Americana da Saúde (OPS).

A decisão recentemente aprovada pelo Conselho Diretor da OPS contempla entre outras as seguintes medidas: impostos sobre a comida ‘chatarra’ (fast food) e restrições para sua comercialização; promoção do aleitamento materno; alimentos mais saudáveis e mais atividade física nas escolas; e maior acesso aos espaços recreativos e aos alimentos nutritivos.

Ao aprovar o plano de ação, os ministros da Saúde instaram a OPS a dar apoio aos seus esforços para executar o plano. Para tal finalidade, a Organização proporcionará: informação baseada em evidência científica para a formulação de novas políticas e regulamentos; cartilhas sobre programas pré-escolares e escolares de alimentação; cartilhas sobre alimentos e bebidas vendidas nas escolas; e apoio para medir as mudanças nas taxas de sobrepeso e obesidade nos países.

"A Consumers International e nossas organizações membros temos lutado durante pelo menos duas décadas para combater a comida ‘chatarra’, assim como a publicidade dirigida à população infantil. Esse plano da OPS é um grande avanço, e é um fato que já no estamos sozinhos nessa luta”, afirma Juan Trímboli, diretor da CI para a América Latina e Caribe. Não obstante, "é preciso passar à ação com rapidez e eficiência. A epidemia da obesidade infantil não pode se prolongar mais”, conclui.


Fonte: Adital

0 comentários:

Postar um comentário

Twitter Facebook Favoritos

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Facebook Themes