sexta-feira, 13 de julho de 2012

Logística para a 9ª Conferência da Criança e do Adolescentes mobiliza mais de 600 pessoas

Para receber e acolher os mais de três mil participantes da 9º Conferência Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente, que ocorre em Brasília desde a última quarta-feira (11), a Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República (SDH/PR) mobilizou centenas de trabalhadores, entre monitores, coordenadores, seguranças, recepcionistas, garçons, cozinheiros e servidores do quadro. O evento ocorre no Centro de Convenções Ulysses Guimarães. No total, cerca de 600 pessoas trabalham no evento, entre servidores da SDH/PR e funcionários contratados para serviços de segurança, limpeza, credenciamento, montagem de palco, som, iluminação, manutenção de equipamentos, recepção, entre outros. Somente na alimentação, são 70 profissionais envolvidos, entre garçons, cozinheiros e auxiliares.

De acordo com a Secretaria de Gestão da SDH/PR, participam da 9ª Conferência, que segue até este sábado (14), 1.784 delegados, sendo que 854 são adolescentes. O restante do público é formado por observadores e convidados. O objetivo do encontro é debater a Política Nacional e o Plano Decenal dos Direitos da Criança e do Adolescente, que passou por consulta pública ano passado e está em fase de finalização.

Praça de alimentação – Para ganhar agilidade e assegurar mais qualidade às refeições servidas aos participantes do evento, foi instalado no Centro de Convenções uma praça de alimentação e uma cozinha. Ao todo, são servidas quatro refeições diárias entre lanche da manhã, e da tarde, almoço e jantar. Por dia, são servidos cerca de seis mil kits de lanche e mais seis mil refeições, sendo três mil no almoço e o restante no jantar.

“O cardápio foi preparado por uma equipe de nutricionistas e tivemos todos os cuidados para garantir uma alimentação saudável e rica em nutrientes. Fizemos questão de incluir nas refeições verduras, legumes e frutas”, explica Vânia Villamrin, responsável pela infraestrutura e alimentação do evento. Ela acrescenta que houve também uma preocupação com a sustentabilidade e o impacto ambiental: “colocamos em vários locais lixeiras de coleta seletiva”.

Cidade dos Direitos – Entre as atividades da Conferência, esta a Cidade dos Direitos da Criança e do Adolescente. Em um espaço de 4 mil metros quadrados, os visitantes podem interagir com uma minicidade, com 16 ambientes de convivência, representando as instituições do Sistema de Garantia de Direitos das Crianças e dos Adolescentes. A cidade é animada diariamente por 260 atividades pedagógicas simultâneas de educação em direitos humanos. Mais informações: http://9cndca.sdh.gov.br/apresentacao_cidade.asp

A conferência também conta com a cobertura de uma Agência Jovem, formada por mais de 60 adolescentes de todos os estados brasileiros. A agência Educomunicativa foi montada no local do evento, sob a orientação de 11 educomunicadores. Acesse: www.agenciajovem.org (Agência Jovem de Notícias) e www.juventudeconectadaaosdireitos.blogspot.com.br (Blog Juventude Conectada aos Direitos).


Fonte: Secretaria dos Direitos Humanos

0 comentários:

Postar um comentário

Twitter Facebook Favoritos

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Facebook Themes